ZonaReGGae Reviews….Barry Brown–Let´s Go to the Blues [2009 Kingston Sounds]


OUTERNATINAL VERSION!!! @ MSPACE BLOG [ENTRIE: 10 Nov. 09]

Continuam em alta os lançamentos em jeito de tributo, às grandes vozes que marcaram a década de 70 na música jamaicana!

Depois de em 2003 a label britânica Jamaican Recordings ter recuperado grandes versões dubwise de Barry Brown com a compilação Steppin Up Dub Wise, surge agora pela label irmã, Kingston Sounds, mais uma excelente colectânea em formato best of, de um dos grandes vocalistas do roots reggae, apelidado do Bob Dylan Jamaicano!

Originário de Kingston, Jamaica, Barry Brown é uma das vozes de referência no roots reggae militante e consciente.
Depois de muitos anos passados a observar o mundo da música junto dos estúdios de Randy e King Tubby, á espera de uma oportunidade, esta surgiu no final da década de 70 com o single de estreia ‘Girl You´re Always on my Mind’ para o inevitável Bunny Striker Lee.
O seu estilo vocal directo, amigável e real valeu-lhe a confiança de Bunny Lee, que expôs todo o seu potencial na gravação seguinte em ’79, Step it Up Youthman. Um clássico do roots reggae, que deu nome ao álbum de estreia no mesmo ano.
Á semelhança de muito sobreviventes no ghetto, como Johnny Clarke, Linval Thompson, Sammy Dread ou Sugar Minnot, Barry Brown sempre se esforçou por falar da realidade e cultura das zonas pobres e oprimidas, infligindo às suas líricas uma atmosfera única das ruas de Kingston.

Grandes álbuns de roots & culture como Cool Pon Your Corner, Superstar, Prince Jammy Presents Barry Brown ou Far East, tornaram Barry Brown numa das vozes clássicas dos conturbados períodos de revolta social do final dos anos 70, início dos 80; e à semelhança de Johnny Clarke ou Linval Thompson, num dos verdadeiros vocalistas dos primórdios do dancehall.
É neste período que se centra a nova compilação da Kingston Sounds, Let´s Go to the Blues!

Retirados directamente das master tapes, Let´s go to the Blues reúne clássicos da referencia que foi o álbum de estreia: Step it Up, Trying Youthman, Give Thanks and Praises, Natty Rootsman ou Love is the Answer.
Aos seus apelos pela paz e conselhos á juventude, juntam-se alguns dos seus mais fortes temas sociais como Big Big Pollution, Mr Money Man ou Politician.

Ao longo dos 16 temas escolhidos pela Kingston Sounds, é maravilhoso recordar a extraordinária voz de Barry Brown, que acima de tudo reflecte um sentimento verdadeiro, fruto de quem canta sobre aquilo que vivência e experiência.
Incluídos estão claro, grandes clássicos do early dancehall como Cool Pon the Corner, Lead us Jah ou provavelmente o seu maior hit, Far East.

Apesar da carreira relativamente curta, Barry Brown teve a oportunidade de trabalhar para grandes produtores como Linval Thompson, Sugar Minnot, Niney The Observer, Hoo Kim, Coxsone Dood, e quer fosse no estilo, roots, dancehall ou rockers manteve sempre um alto nível de roots & culture, que conseguiu atingir também nas suas próprias produções.

Nunca atingiu o estatuto de estrela, e como muitos outros foi mesmo sendo esquecido ao longo dos anos. Faleceu aos 42 anos de idade , no ano de 2004, vítima de uma queda, e desde então este novo trabalho da Kingston Sounds é sem dúvida alguma o melhor tributo prestado em CD e vinil a este roots struggler!
Um álbum para celebrar uma grande voz e um grande mensageiro, e que durante perto de uma hora convida a mais uma vez… Let´s Go to the Blues!

+INFOS @
BARRY BROWN
&
KINGSTON SOUNDS

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: