ZonaReGGae 01.04.09 @ RUAfm & Inforeggae.pt


Bless

Hoje, 22h-meia-noite, nos 102.07 da RUAfm, live & direct @ Inforeggae.pt, mais duas horas de vibrações positivas com a ZonareGGae!

-Início mensal das rotações Dub, Roots & Revival, com habitual destaque para as entradas de Março, no BEST of 2009 @ ZonaReGGae…Quatro sonoridades distintas que fizeram os destaque de Março, em revisão na sessão!
ZonareGGae BEST of 2009 – MARÇO TOP

-Destaque a alguns dos próximos live acts, e que momentos que se aproximam!
Já amanhã: Susan Cadogan & The Ratazanas no Music Box!

Domingo: os Raspect na abertura da noite tuga da tour em celebração dos 45 anos dos SKATALITES!

Dia 17 Abril: estreia em Portugal de um dos mais promissores nomes do Roots Reggae espanhol, El Bazar Orchestra na Iberic Riddim Connection!

Checka a agenda dos próximos eventos em destaque @
LIVE em Portugal!

-O Heavy Roots & Dub moderno em alta rotação contínua, e só podia, depois da noite, em Alta absoluta, que foi o Vol.1 Dub Chapters no Underground Lisbon!
Da nossa parte fica aqui Um Grande Bless, para toda a crew da Dub Chapters pela perfeita organização e momento proporcionado, e para toda a sound crew presente, pelas vibes únicas que trouxeram para este 1º Dub meeting em terras lusas!

-Voltamos hoje aos Riddim mixes na ZonaReGGae, com a apresentação do Cuss Fix Riddim, produção de estreia da Upsetta Sound crew!
Localizados em Vermont (USA) e afiliados ao conhecido Jakk Stereo Recording Studio na Jamaica, os Upsetta Sound seguem a tradição de soundsystems tornados label.
Cuss Fix Riddim
, é um trabalho inspirado no lendário Cuss Cuss riddim (1969) de Lloyd Robinson! Uma versão com toques de roots dancehall, dubwise e sonoridades bem características das produções norte-americanas, diversificadas pelas 15 vozes presentes neste one-riddim release.
Para além das “estrelas”, Admiral Tibet, Determine e Ras Iba, o Cuss Fix riddim, apresenta outra das filosofias dos Upsetta Sound, lançar e promover profissionalmente nomes desconhecidos da cena local próxima. E que talentos vocais aqui descobertos! Potenkle I,Zico, Greta Frost,Shalli…todas vozes a ter em conta para o futuro! Com lançamento exclusivamente digital, e diversos number 1 tops pelo mundo todo (principalmente com a versão If me Never Run de Admiral Tibet), os Upsetta Sound prometem muitas novidades para breve! Atenta @ UPSETTA SOUND crew

Original Roots na abertura e fecho da sessão com destaque para o álbum da semana, em pré-avanço pela Kingston Sounds, a colectânea Jah Jah We Pray de Johnny Clarke!

Indiscutivelmente uma das mais belas e vibrantes vozes de sempre da Jamaica, Johnny Clarke sempre surpreendeu pela versatilidade de estilos vocais apresentados, entre as suas famosas covers, o lovers style na era rocksteady, ou os preferidos Dread Rockers ‘Flyers Rhythms’.
Os trabalhos no inicio da carreira para produtores como Clancy Eccles, Rupie Edwards ou Glen Brown, tornaram-no numa das estrelas locais, considerado por muitos o primeiro verdadeiro cantor da cena dancehall dominada pelos deejays.
Apesar de bem conhecido dos palcos e soundsystem sessions, Johnny Clarke só viria a atingir um público mais vasto, aquando da parceria com Bunny Striker Lee, precisamente na altura de maior momento criativo do originator do ‘Flying Cymbal’ style.
Quando a clássico ‘None Shall Escape the Judgement’, foi transferido para mixagem no estúdio de King Tubby, faltando a faixa vocal original de Earl Zero, Johhny Clarke, que tinha gravado backing vocals para o tema, entrou em estúdio e interpretou os main vocals, de um tema que viria a ser um dos maiores Soundsystem hits dos anos 70!

Com lançamento previsto para o dia 20 de Abril, Jah Jah we Pray, reúne 16 temas produzidos por Bunny Striker Lee, apenas alguns dos que tornarem Johnny Clarke o principal vocalista de Lee.
Alguma covers clássica, grandes Tunes românticos, e o melhor Rockers Dread fashion style de Johnny Clarke…em Jah Jah We Pray, encontra-se um pouco de tudo, com destaque para o roots & culture de temas como Judge Not a Man, Stealing Stealing, Rastaman ou a title track Jah Jah We Pray!

Afastado da cena jamaicana nos anos 80, Clarke imigrou em ’83 para Londres, onde encetou diversas colaborações com Mad Professor e Sly & Robbie, mantendo também a sua ligação de sempre com King Tubby, e trabalhando com novos nomes como Prince Jammy ou Errol Thompson. Apesar da consistência e crença na música original de vertente rastafari, o auge em estúdio de Johnny Clarke foi mesmo na era Bunny Striker Lee, e Jah Jah We Pray, é uma notável demonstração disso mesmo.


Mais um grande trabalho de compilação pela label britânica Kingston Sounds, sempre a apresentar as melhores épocas, das melhores vozes jamaicanas!

Check it later@

ZonaReGGae – duas horas de vibrações positivas –
entre as 22h e a midnite nos 102.07 da RUAfm
e ONLINE pelo link:
ZonaReGGae ONLINE

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: