ZonaReGGae 11.02.2009@RUAfm & Inforeggae.pt


Hoje nos 102.07 da RUAfm, Online Live &Direct @ Inforeggae.pt!

-Mais uma sessão de Roots, Dub & Revival Reggae, hoje com recuperações e avanços para alguns dos grandes últimos lançamentos de No More Babylon, Taj Weekes & Adowa, Benaïssa, Avatar, Tappa Zukie, WebCam Hi-Fi ou Ragana!

-O universo dos riddims também em destaque na sessão com novas rotações para: Kingfish Riddim; Dubwise Riddim; Alton Rock Riddim; Prosper Riddim, Zurie Riddim ou Adversity Riddim!

Em destaque na sessão:

-Depois dos Gladiators (passado dia 06 no Porto), e antes da aguardada estreia em Portugal do veterano Linval Thompson (próximo dia 28), este fim de semana é a vez da estreia de Fantan Mojah! É já na 6ª feira, dia 13, que o Pavilhão dos Lombos em Carcavelos, acolhe um dos grandes nomes da nova geração de singjays jamaicanos, Owen Moncrieffe aka Fantan Mojah.
Com as suas origens estabelecidas no famoso Killomanjaro soundsystem; e o 2ª album, Stronger, acabado de sair, Fantan Mojah, apresenta-se pela 1ª vez em Portugal, acompanhado de um colectivo de luxo, a House of Riddim band. Uma grande oportunidade para assistir ao vivo a um dos mais consistentes artistas jamaicanos, da geração que cresceu em torno dos chamados riddims do momento.
Uma noite proporcionada pela Jah Spirit, que convidou ainda os Innastereo, Concrete Jungle soundsystem e selecta Bob Figurante para se juntarem à festa, que promete!
Mais infos @ Jah-Spirit

-Voltamos hoje aos momentos live in studio🙂, desta feita com Adriano Goes aka DjSkowa, uma das vozes do colectivo Bandoo D’jah, a prestar uma agradável visita, para um breve reasoning e antecipação sonoro do futuro trabalho da banda “Planeta Água”.
Família Bandoo hoje em acção na ZonaReGGae!
Info @ Bandoo D’Jah

-No highlight a novos álbuns, mais uma pérola da fundações da música roots jamaicana, a colectânea “Get Together: Original Recordings” de Keith Poppin!

Keith Smith cresceu na cidade jamaicana de Westmoreland rodeado de futuras lendas da música reggae, como Lee Perry, Peter Tosh ou Ronnie Davis. O desejo de tornar-se numa estrela da música levou-o até Kingston, onde formou em 1968 o grupo Rocking Horse bem como o duo The Robins.
Quer com estas duas formações, quer a solo, Keith Poppin, é uma daqueles vozes desconhecidas do público em geral, que durante os anos 70, lançou inúmeros singles que atingiram o estatuto de hits, tanto na Jamaica como no Reino Unido. O 1º deles, “Same Thing for Breakfast” gravado com Lloyd Parks em 1973, vendeu mais de 50 mil cópias.
Seguiram-se várias trabalhos e colaborações com grandes nomes como Sly & Robbie, Aston Barret, Glen Brown, Lloyd Campbell ou Phil Pratt.
Em 1980, Keith Poppin estava no auge, e foi mesmo o 1ª nome da música reggae, a ser editado pela label Intel-Diplo de Peter Tosh. A mudança na tendência musical da ilha para o dancehall e a morte de Peter Tosh, parecem cruciais para o afastamento de Keith Poppin dos estúdios de gravação durante os anos 80 e 90, continuando no entanto muito activo em concertos na ilha, bem como promotor de eventos para nomes como Barrington Levy, Tony Rebel ou Mad Cobra.

A viver nos USA desde os anos 90, Keith Poppin retornou aos álbuns em 2003 com o registo Journeys, gravado em Kingston nos estúdios de Dwight Pickney e contando com contribuições de Dean Fraser, Sly & Robbie, The Tamlins, Glen Adams ou Jimmy London. Um lançamento que revigorou tanto a carreira como o próprio Keith Poppin, empenhado em reclamar o seu lugar como uma das melhores vozes da música reggae.
Já a preparar um novo lançamento, Keith Poppin, decidiu em 2007, recordar os grandes hits do inicio da sua carreira, e reuni-los na compilação “Get Together:Original Recordings”, lançada através da sua KP Recordings.
Uma fascinante colectânea dos grandes hits jamaicanos entre os anos de 1970 e 1979, Get Together, surpreende pela grande qualidade de produção apresentada e pela classe vocal deste esquecido veterano do early reggae.
Gravações de estúdios como Studio One, Randy’s, Harry J ou Channel One; e músicos como Ansel Collins, Jackie Mitto, Leroy ‘Hoursemouth’ Wallace, Sly & Robbie ou Lloyd Parks, fazem desta colectânea, só por si, uma preciosa parte da história da música jamaicana. Uma serie de singles raros, nunca antes editados em CD, foram ainda incluídos por Keith Poppin, ao longo dos 17 temas, deste Original Recordings.
Weeping & Wailing, Hopscotch, Who Are You, Fight Against I, Some a Dem a Go Shame…são apenas algumas das canções do Mr. Energetic (como é conhecido nos palcos jamaicanos) que sobreviveram à passagem dos anos, e continuam socialmente pertinentes e open minded.
A importância da música de Keith Poppin, explica-se nas palavras do próprio:
“I Just sing for everybody, touch a people´s mind and what happen to everybody – me just must sing from my heart”.

Keith Poppin, poppin’ all the right notes, hoje em destaque na ZonaReGGae!

Inté logue @

ZonaReGGae – duas horas de vibrações positivas –
entre as 22h e a midnite nos 102.07 da RUAfm
e ONLINE pelo link:
ZonaReGGae ONLINE

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: