Zona & Sunshine Reggae Connection#6


Hoje @ ZonaReGGae;

As duas horas de vibrações positivas de hoje mais uma vez em formato de partilha com o programa Sunshine Reggae da Aveiro FM na Zona&Sunshine Reggae Connection #6…como habitualmente retransmitidas domingo próximo na Aveiro FM e @ sunshinereggae.blogspot.com!

-Uma sessão bem especial, por razões diversas, e logo na 1ª hora pelos sons bem pesados do dub contemporâneo com destaque para Richie Poe, Dubmatix, Sam Gilly, Hotdrop, Zion Train (vencedores da melhor gravação/álbum de dub na primeira edição dos novos Reggae Academy Awards, na Jamaica!), Vibronics (o destaque em mega dubmix style de hoje!) e novos sons em rotação hoje, que nos chegam da crew de UK Dub, Reality Shock!

-Em destaque a novos álbuns, e lançado em 2007, pela mesma Reality Shock Records, o disco de estreia de Mikey MurkaIn the name of Love.

Lendário nome do dancehall do Reino Unido nos anos 80, Mikey Murka mudou-se da Jamaica para Londres na sua adolescência, começando a actuar em palco com o lendário Unity Sound, em conjunto com outros “veteranos” como Kenny Knots, Selah Colins ou Peter Bouncer. Soundsystems britânicos como Saxon ou Coxsone eram outros dos supporters das actuações de Mikey Murka, que partilhou ainda palcos com Sugar Minott, Mikey General ou Tippa Irie.
O sucesso alcançado pelo Unity Sound, levou ao natural lançamento de discos, com Mikey Murka a manter-se durante alguns anos como uma presença assídua nestas gravações, atingindo o reconhecimento internacional com os “hinos” “We Try”,”Control the Dancehall” ou Ride pon di Riddim”.
Ausente dos palcos e dos estúdios desde os anos 90, Mikey Murka retornou em 2007 melhor do que nunca, gravando e actuando pela Europa, Reino Unido e Jamaica em conjunto com sounds e produtores como Unitone Soundimental, Tigerman Records, ou Mungos Hifi (com quem gravou o grande hit do seu retorno “Back on the Scene” no Maryjane riddim).
Em conjunto com o jovem produtor Kemist Kris da Reality Shock Records, surgiu em meados do ano passado, e finalmente, o álbum de estreia a solo deste lendário nome do dancehall britânico, “In the Name of Love”. 16 novos temas de Mikey Murka, que demonstram todo o seu talento e versatilidade no microfone em singjay e deejay style, numa selecção de riddims diversos criados por “masters” como Mafia & Fluxy, Disciples, ou Reuben Addis (com destaque neste último para o já novo hino do dancehall britânico, o remake de “War” que conta com a voz de Haille Selassie em Amharic, no seu mítico discurso à Organization of African Unity em 1963).
De entre os grandes nomes que compõem a crew da Reality Shock, Deadly Hunta, Marga e Silk, participam ainda em combination tunes neste “In the Name of Love”, uma estreia em delay, diga-se, para Mikey Murka, um nome nunca esquecido no cenário do dub britânico, e de volta á cena…em boa hora!
Em destaque hoje @ ZonaReGGae!

Ainda na ZonaReGGae de hoje:

– Criando já o hábito para este 2008, apresentamos então na 1ª session do mês, e ao longo das duas horas, algumas das escaladas e novas entradas no novo BEST of @ ZonaReGGae mensal! Higlights para as entradas: Joe Higgs “Life of Contradiction” & Lustre Kings Productions“Shining Riddim”.

Na 2ª hora da ZonaReGGae de hoje, vamos estar em tributo sonoro, à mais recente perda do mundo da música jamaicana, o produtor/engenheiro Joe Gibbs, falecido no passado 21 de Fevereiro, vítima de ataque cardíaco.
Produtor de alguns dos melhores discos do legado musical jamaicano, Joel A. Gibson, teve um papel fundamental no desenvolvimento da música reggae, principalmente nos anos 60 e inicio dos 70, onde as suas produções de Rocksteady e Early Reggae figuram entre o melhor do original style.
Dono de uma das maiores lojas de discos em Kingston nos anos 60, Joe Gibbs, entrou na industria da musica jamaicana por volta de 1966. Auxiliado e encorajado pelo lendário Bunny “Striker” Lee, em 1967, Joe Gibbs iniciou a sua carreira como produtor na sua Amalgamated label. Lee Perry, Winston “Niney” Holness e mais tarde Errol “T”, foram alguns dos sound enginners por detrás do sucesso dos lançamentos de Joe Gibbs, principalmente com Errol “T” Thompson, parceiro do duo The Mighty Two, responsáveis por uma série de number 1 hits na ilha, durante os seveenties.
The Pioneers, Errol Dunkley, Nick Thomas, The Heptones, Culture ou Sylford Walker, foram só alguns dos grandes nomes do Rocksteady e do Roots Reggae que Joe Gibbs lançou, ficando o título do seu maior protegido para, nem mais nem menos, que o príncipe Dennis Brown.

Mais uma grande, influente e inspiradora presença das raízes do reggae que nos deixa. Joe Gibbs, o produtor dos Golden Sounds, faleceu aos 65 anos de idade.

Em tributo…Later on @

ZonaReGGae – duas horas de vibrações positivas –
entre as 22h e a midnite nos 102.07 da RUAfm
e ONLINE pelo link:
mms://stream.radio.com.pt/ROLI-ENC-198

& Domingo, 09 Março @
Sunshine Reggae – Music for the positive generation –
entre as 17h e as 19h nos 96.05 da AveiroFM
e ONLINE pelo link: mms://stream.radio.com.pt/ROLI-ENC-115

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: