ZonaReGGae reviews “Singerman”


V.A. – Blood & Fire AllStarsSingerman 2007 Blood&Fire/Musica Activa

Quer seja vista como uma label dedicada à promoção do dub jamaicano pelo público/media generalistas, ou como um dos bons recursos para encontrar alguma da melhor música jamaicana dos anos 70 e 80 pelos roots addicts, na sua essência a Blood & Fire é certamente uma equipa especializada na reedição de álbuns e temas que farão parte da história do reggae para todo o sempre.
Fundada (e localizada) em Londres em 1993, Steve Barrow é o “cérebro” criador da Blood&Fire. Conhecido pelos seus inspiradores trabalhos como historiador, critico, produtor e facilitador de música reggae, foi mesmo neste campo que Barrow começou o seu trabalho, abrindo as lojas “Old Change Records” e depois “Honest John”, onde vendia música Jazz, Funk, Punk…a nomes como John Peel!

Depois de trabalhar como promotor, reviewer e “compilador” para a Island e para a Trojan Records, Barrow decidiu que era altura de fazer o trabalho da maneira correcta, e juntamente com Bob Harding, Andy Dood, Elliot Rashman e o conhecido artista Simply Red e sua equipa de promoção, criaram a Blood & Fire, com o propósito de oferecer ao mundo da música grandes títulos do roots reggae, elevando sua categoria de reedição, ao patamar que os reissues de Jazz ou Blues já haviam há muito atingido…
Desde então, e do lançamento “The Dreads at King Tubby’s – If Deejay Was your Trade” (Barrow é aliás um confesso admirador da arte e da importância do Deejay jamaicano…), foram já 48 as reedições oferecidas pela Blood & Fire, entre elas algumas pérolas que figuram entre as melhores produções de sempre como “The Congos -Heart of the Congos-”; King Tubby & Friends -Dub Gonne Crazy-”, Willie Williams – Messenger Man-” ou “Prince Fari – Silver & Gold-”.

Ao longo dos anos, e de tempos a tempos, surgem ocasionalmente os habituais (em editoras de reissues…) samplers. Escolhas de Barrow, retiradas das anteriores edições da Blood & Fire, compilando assim temas que representam o melhor que a label deu a ouvir ao longo dos anos, e ocasionalmente com algumas raridades ou 12”mixes nunca editados. São grandes exemplos desta iniciativa as colecções “HeavyWeight – A Blood & Fire sampler” ou “Dubwise & Otherwise”.

        

O mais recente desses samplers “Blood & Fire AllStars – Singerman” (lançado em Abril 2007, e disponível no nosso País partir de 16 Abril pela Música Activa) apresenta um novo conceito, reunindo 18 temas que enfatizam algumas das melhores vozes jamaicanas do passado, os verdadeiros singers, do soul, roots, rasta, roots dancehall….
Os 18 álbuns dos quais foram retiradas as malhas, são também alguns dos melhores lançados pela Blood & Fire, servindo Singerman também como uma homenagem às vozes que tornaram a label conhecida pelo mundo.

A tracklist fala por si, e para o amante do roots, a tarefa de destacar é árdua…Desde a malha de abertura do rude boy Max Romeu, o recut “Fire Fi Di Vatican” (do original gravado para Lee Perry em 1976 “War inna Babylon”), passando pelas harmonias em rockers style dos The Chantells e os seus praises em “Children of Jah”, ao ghetto chant do “renascido” Sylford Walker “Chant Down Babylon”, são muitas as “estrelas” reconhecidas e eleitas como AllStars pela Blood & Fire!

Johnny Clarke, relembra-nos os tempos em que o dancehall era verdadeiramente cantado com o épico “Every Knee Shall Bow”; Willi Williams apresenta uma das suas mais sentidas interpretações “Give Jah Praise”; Cornell Campbell distingue-se com o seu oscilante tenor/falsetto style na incisiva rough tough “Bandulu”…

Três interessantes particularidades em “Singerman” são as tracks “Rent Man”, dos Black Uhuru; “Fight it to the Top” (Michael Prophet) e Errol Holt com uma rasta version “Yes, Yes, Yes” do famoso tema de Dawn Peen “No, No, No”…três escolhas tiradas de anteriores compilações da Blood & Fire, dedicadas a temas e produções dos “toasters” Ranking Joe, Trinity e Prince Far I, respectivamente.

          
Os clássicos de Dennis Brown (“Man Next Door”), Horace Andy (“Problems”), The Congos (“At the Feast”), ou “Jah Jah The Conqueror”, de Linval Thompson são outras das tracks a rodar…e a rodar…

  

O nome AllStars, não se limita aos Singerman(‘s), e omitindo aqui os players of instruments, as cabines de produção destes temas, apresentam os renomeados, Bunny Lee, Dennis Brown, Tappa Zukie, Glen Brown, Vivian Jackson, Lee Perry, Roy Francis…entre outros e algumas self productions, uma opção, também ela clássica, da época musical em questão.

Mais que uma colectânea ou que um tributo, “Singerman” é uma parte da história, do roots jamaicano, e da Blood & Fire. E se para o coleccionador, não se apresenta como um titulo crucial e indispensável, para todos aqueles que ainda se interrogam de onde vêem as influências dos chanters e singjays da moderna cena dancehall/new roots, este é um bom começo para tomar consciência da vibe original do cantor de reggae…aquele que acima de tudo viveu e experimentou a simbologia evocada pelo Blood and Fire de Niney The Observer, produção inspiradora para o nome da label londrina, que nas palavras de Dave Barrow são…

“…words that evoke that music…there’s blood and fire in that music and that’s we want to evoke(…) It´s music very spiritual that come from poor people, but the fact is that poor people knows how to live better than rich people. That’s why rich people are so sick (…)
This is the truth from people who lives this life, who lives in conditions wich most people in modern urban metropolitan environment wouldn’t tolerate for a minute, so this people goes for a lot of tribulations and from then comes a very essentialized music, very esssentialized thoughts and that enables you to survive in that situation, like Bob Marley said: One Good thing about music, when it hits you, feel on pain…”

Entrevista ao website Italian Reggae Vibes, disponível @ niceup.com/interviews/steve_barrow

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: