ZonaReGGae reviews “Belly Ska riddim”


Mungos Hi FiBelly Ska riddim [revival] 2007 Scotch Bonnet Records

BellySka pressrelease

Desde os tempos dos dancefloors jamaicanos da década de 60 (quando surgiram as primeiras re-gravações de reggae sem voz), passando pelas primeiras “remisturas” de King Tubby e os primeiros álbuns de dub da década de 70 (criados pelo génio de nomes como Herman Chin; Errol Thompson, Keith Hudson ou Lee Perry)…até á evolução britânica de Mad Professor, Jah Shaka ou Adrian Sherwood nos eighties, a música dub sofreu muitas alterações.
Simultaneamente, o dancehall riddim shower dos anos 80, transformou em produto comercial o que inicialmente servia o propósito de tornar originais os espéctaculos ao vivo. Se riddims como Sleng Teng ou Answer, foram alvo de centenas de remisturas nos últimos 20 anos, muitos são também os chamados lançamentos de “new roots” que esgotam e abusam da mística original da sua influência primária…
Se a “indústria” jamaicana se fascinou e perdeu nesse universo, felizmente os seus “descendentes” britânicos souberam , através da cultura underground londrina, inovador, experimentar, recriar e fundir o dub com as mais variadas tendências musicais (drum n bass, jungle, dubstep, hip-hop…), criando as bases para um universo em constante reconstrução, que conheceu no ínicio do novo milénio um rebirth pelas mãos da nova geração de crews de produtores/engenheiros, DJ’s, Mc’s e soundsystems europeus…

                                 

Uma dessas “equipas” que mais tem inovado e surpreendido nos últimos anos, mora na Escócia, e dá pelo nome de Mungos Hi-Fi. Soundsystem de Roots Reggae dancehall, tornado produtora em 2001, os Mungos Hi Fi tem lançado hits no mercado europeu, desde o single de estreia “Wickdness” (2001) com a participação do conhecido MC Brother Culture, a qual se seguiram as compilações Truth Dub (2002) e A new Breed of Dub (2002)…Ambas lançadas pela label DubHead, estas foram as bases que deram a conhecer as produções dos Mungos Hi Fi, ajudando ao sucesso os habituais spins nos sounds de Jah Shaka, Iration Steppas ou Mr Scruff.

Scotch Bonnet Records

Com residencia nos maiores clubes nocturnos de Glasgow, programas de rádio na Escócia e pela internet, e extensas tours pelo Reino Unido e Europa (muitas delas acompanhados de DJ´s e MC´s da nova geração jamaicana) os Mungos Hi Fi, criaram em 2005 a sua própria label, Scotch Bonnet, marcando o acontecimento com o lançamento do 10” “Belly Ska/Belly Ska dub” o lado B da UK dancehall dub style “Rasta Meditation/Meditation dub” com a voz ragga do popular Kenny Knots.

MC IshuApesar de ser o lado B do lançamento de estreia da Scotch Bonnet Records, “Belly Ska”, foi mesmo a aposta, e o êxito imediato deste lançamento, ajudando para tal a voz do MC Ishu, um mestre do microfone, habituado ás lides de soundsystems por toda a Europa, e conhecido principalmente pelos seus trabalhos com os produtores de drum & bass Analogue Mindfield, Ruud Awakening e por ser o front man da banda de drum & bass Step 13.

A edição limitada de 1000 unidades em Agosto de 2005, esgotou antes de os Mungos se aperceberem do sucesso que estava a fazer por toda a Europa, sendo o hit do Verão…underground!
6 meses e muitos pedidos depois, os Mungos Hi Fi, voltam à carga, com o revival do Belly Ska riddim, mais imaginativo, diverso, remixado e potente, que qualquer outro reprint dos últimos tempos!

Pegando na experiencia positiva de diferentes remixes de dub para cada uma das versões do riddim de dancehall dub ”Songs of Zion”, lançado no entretanto, este “novo” Belly Ska, junta ao 10” original de MC Ishu e Kenny Knots, quatro novas versões, todas em estilos vocais distintos a cargo das vozes de Ranking Joe; Daniel Ray; Marina P e Nafees.

“A few screws loose”, é a malha de Nafees, um dos mais recentes MC´s de hip-hop britânicos, destacando-se pela sua vibe lírica consciente. O mais diferente e talvez especial de todos os rides no Belly Ska, veêm acompanhado do “Belly Ska REMIX”, versão remixada por excelência, num género de drum/dubsteps muito desacelarado, que mistura vocal samples de Naffes e MC Ishu…

“Divorce a l’ítalienne”, apresenta Marina P. Dona de uma potente voz, o estilo jazzy de Marina apresentado aqui num mix de inglês/italiano, revela o seu background de trabalho em musicais, teatro e espectáculos de jazz…Bhale Bacce Crew; os Surviv’all são alguns dos projectos franceses de Marina P, uma autêntica diva, com qualidades vocais, que prometem um futuro, muito além do universo do reggae….”Divorce Dub” não foge à regra, e remistura-se com echos e efeitos até mais não…

“Olympic”, traz a tradição vocal do conhecido Kilimanjaro soundsystem, com Ras Daniel Ray, a “dar” um mix de flow da geração jamaicana do dancehall do início dos anos 90, e dos seus trabalhos com Nucleus Roots nos ultimos anos…”Olympic” faz mesmo parte do set ao vivo de Ras Daniel, e é talvez o mais contemporâneo que aqui encontramos da actualidade do dancehall reggae….”Belly Ska Special riddim” é a versão instrumental, ao que tudo indica, a convidar os chanters, Djs e MC´s….give it a try….

“I Love Jah”…no Bang-Dilly style de Ranking Joe, é apenas e só, o cut que faltava! Como que retornando ás origens, os Mungos convidaram o veterano do Studio One para recriar toda a tradição do DJ style jamaicano, no particular estilo de Ranking Joe…numa também mistura vocal reminiscente dos tempos do King Stur-Gav Sound de U Roy e dos seus trabalhos mais recentes com Jah Warrior ou Easystar AllStars….Para os amantes da mistura, ideal para combinar com o rub-a-dub style de MC Ishu, po si só emblemático das melhores sessões londrinas…

Para quem nunca ouviu, o Digi-Ska-Steppas riddim “Belly Ska” foge á regra, pela sua combinação de pesadas linhas baixo e intrigrantes e precisas percussões, com a tradição do ska jamaicano através de um extraordinário display de sopros, em tributo ás origens musicais de Don Drummond, Roland Alphonso ou Tommy McCook!

        

Com Belly Ska, os Mungos demonstram que por vezes é melhor recriar e reinventar, do que lançar riddims novos com o propósito de venda comercial e alimentação das dancefloors dos Djs de clichés efêmeros, e este é sem dúvida o trunfo que faz dos Mungos Hi Fi o sound número um na Escócia e um dos mais inovadores da cena dancehall UK dos últimos tempos!

One Response to “ZonaReGGae reviews “Belly Ska riddim””

  1. Mungo's Hi Fi Says:

    Yes Ricardo

    Big up uno self! give thanx for your support, Nice review, all the tracks and more available from http://www.scotchbonnet.net and unreleased tracks on the soon come http://www.mungoshifi.net

    Bless up!

    Mungo’s Crew

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: