ZonaReGGae reviews “2 Dread inna Babylon”


Massive Dread & Ranking Dread2 Dread inna Babylon 2006 Silver Kamel Audio

Pouco se sabe destes dois dejjays oriundos de Trenchtown (Jamaica), para além de personificarem o sentido da expressão rudeboys
Winston Brown a.k.a. Ranking Dread, o mais conhecido, trabalhou ao longo da década de 70 com nomes como Linval Thompson ou Sugar Minnot…1982 foi o ano do lançamento do seu mais aclamado trabalho, Ranking Dread in Dub. LP reeditado em 2004 pela Silver Kamel Audio, que conta com o backup instrumental de Sly & Robbie e dos Roots Radics em grandes misturas de King Tubby e Scientist, naquele que é por muito considerado “o álbum” de Dub.
Apesar dos seus trabalhos como produtor serem bastante mencionados, Ranking Dread foi no início dos eighties, um dos dejjays do roots dancehall mais conhecidos na ilha, tempos que passaram rapidamente devido aos seus constantes problemas com as autoridades policiais…À sua fuga da prisão, e curtas passagens pela Inglaterra e Canadá, seguiu-se a extraditação para a Jamaica e o retorno às ruas é à prisão, onde acabou por ser assassinado em 1996, depois de uma existência no verdadeiro limite do “wanted dread or Alive…”


Dennis James, mais conhecido por Massive Dread, surge como um perfeito desconhecido do cenário internacional do reggae. Umas gravações esporádicas de singles no final dos anos 70/ínicio dos eighties(quase todas presentes neste novo album), e a produção do LP “It´s Massive” dos Wailing Souls, são os seus maiores legados na indústria musical.
Tal como Ranking Dread, os encontros com as autoridades eram constantes para Massive Dread, um activo spoksman contra as injustiças da babilónia, principalmente as actividades policiais…Morto a tiro pela policia, Massive Dread nunca viu o sucesso do seu projecto “The Trenchtow Reading Centre” – centro comunitário,inaugurado em 1993, com o propósito de colmatar necessidades educacionais, providenciando, uma escola, programas de vocação,uma biblioteca…

Neste “2 Dread inna Babylon (Captivity)” a Silver Kamel Audio, “dessenterrou” 6 malhas de cada um destes nomes, todas produzidas no conhecido Channel One em Kingston, por outro grande dejjay/produtor da altura, Tappa Zukie, amigo de infância e companheiro de “crime” de Ranking Dread.
O Rockers Style dos riddims aqui presentes, apontam para que sejam gravações dos anos 70/80, sendo que as poucas informações disponíveis acerca das gravações, deixam de importar quando encontramos nomes como Sly Dunbar, Earl Chinna Smith, Bobby Ellis ou Tommy McCokk entre os músicos envolvidos…Versões em combination com nomes como Horace Andy, Cornell Campbell ou Hortense Ellis fazem só por si, deste albúm um must have, para os fãs do rockers roots style, destes dois Dreads, que conta a história serem dos mais populares no Live act da cena roots dancehall!
A música e essencialmente as letras, contam muito da história de vida destes dois rudeboys, que no fundo reflectem o poder e perigo da street life de Trenchtown
Sempre empenhados em prestar tributo á época do roots dancehall, este é mais um lançamento crucial da equipa da Silver Kamel Audio, para compreender a transição do roots para a atribulada era digital.

One Response to “ZonaReGGae reviews “2 Dread inna Babylon””

  1. jonas Says:

    tanks brothers, my in brazilian….and loves reggae!
    dont word much in ingles, but a favor the songs for my
    tank you…JAH BLESS BROTHERS

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: